Letras de Músicas da Hora

Baraca Armada

Eco do Minuano e Bonitinho

 

Baraca Armada

Tiro de laço gineteadas, companheirada, um chimarrão
Um sarandeio belas chinocas no entremeio de uma canção
Trovas, repentes, bons violeiros, canções nativas e o carreteiro
Entrelaçados em harmonia, ao pé do fogo neste rodeio
É no acampamento, lugar da pousada, onde se descansa
Mas sempre de barraca armada
E a gauchada toda animada, dança com as prendas de barraca armada
Tem gaita ponto entreverada com a pianada em desafio
Mas nunca falta o piá campeiro, todo pilchado no correntio
Fica bombeando o que se passa e apavorado conta o que viu
Sobre os pelegos papo pro ar, lindo lembrar belos salseiros
Cama de arreios a campo fora, tinir de esporas no pastoreio
No fim de tarde marcas de estacas, sinal de pata da gineteada
Esta lembrança de belos feitos esta tardança fim de rodeio

Anterior Próximo