Letras de Músicas da Hora

Violando As Leis

Caçadores da Trilha Sonora

 

Violando As Leis

Viaja não firma sente essa parada ta ligado...
Ligado, 3 um só CTS é kamika-z

Enche os caneco que os bandido mal quer brindar
Licor no cálice meu decreto é violá
O bangue é dos loko e aqui o partido tem conceito
De minas ao DF aqui é só os bandoleiros
Policia sai do pé sai da reta seu gambé
Não respondo mais por mim se tu amassar meu boné
VDM minha quebra aguerrido meu vulgo
Som bélico versátil que viola seu mundo
É rato cinza à vista que age na lei oculta
Tem boy impetuloso raspando o rabo com a unha
Tem engravatado tanga atolada com Dólar na cueca
Tem 3umsó, Cts na cautela sem balela
Cria do cão quer fazer cortejo no meu enterro
Sem chance (porque vocês vão morrer primeiro!)
Foda-se seu quartel seu código penal
Sou clandestino até a morte gangsta bandido mal
Violo a lei que fala que desacato da cana
Violo a lei que fala que bater em polícia da tranca
Violo a lei que fala que rap apológico da cadeia
Violo a lei do juiz que tá na vida alheia
Nocivos (carrascos) hostis (farrapos)
Incrédulos (subalternos) políticos (soldados)
Que impõem o terror de MG á Planaltina
Cts e 3umsó violando as leis da vida

Foda-se o que eles vão pensar e vão dizer de mim
Foda-se o que eles vão achar e vão fazer por mim
Foda-se as regras impostas por vocês
Foda-se, foda-se violando as leis
Foda-se o que eles vão pensar e vão dizer de mim
Foda-se o que eles vão achar e vão fazer por mim
Foda-se as regras impostas por vocês
Foda-se, foda-se violando as leis.

Enche os canecos sim loba as taças de vim
Traz mais Campari pra mim que eu não violo sozim
Bandido mal quer brindar bandido mal quer violar
De MG á Planaltina fechou com nós os gangsta
Fita dominada nós que tá na pegada
Violando as leis nas rua de Uberaba
E não dá nada (não dá nada) se pá nunca deu
Violo tudo só não violo as leis de Deus
Dou um pega no beck verdinho do bom
Violo as leis isso não me instiga
Gambé vem na bota fraguante nós moca
Saindo da toca de bem com a vida pois eu sou perifa
Sou gueto, sou tudo o que posso não brinco não mosco
Por isso eu violo as leis
(De quem almejou nosso atestado de óbito)
Tá osso pros zói só o ouro pra nós
Rato aqui não roê tiro a lombra dos boy
Violando as leis eu faço o papel de vilão
Bandido mal em ação na dramaturgia escrito a mão

Foda-se o que eles vão pensar e vão dizer de mim
Foda-se o que eles vão achar e vão fazer por mim
Foda-se as regras impostas por vocês
Foda-se, foda-se violando as leis
Foda-se o que eles vão pensar e vão dizer de mim
Foda-se o que eles vão achar e vão fazer por mim
Foda-se as regras impostas por vocês
Foda-se, foda-se violando as leis.

Deixa que Deus olha por mim por que hoje eu nem sei
De sabadão pra domingo to viradão desde ás 3
Já são 4 da tarde na mira desses covarde
É uma vida pra sorrir e quem morre vai tarde
O sol que trinca as dona vinga puta fei mó calor
Trais sub-zero pra mim que minha gel esquentou
Favelado conhece a lombra desse estresse
Não vale apena sorrir se tua vida é um trech
Se tu tem queche as dona mexe eles quer meu valor
Os violado de preto já tão fazendo o complô
Já quer pagar de robô só os copinho de flor
Mais favelado de matraca não da mole nego
Apologia pra quê se o mundo é sempre assim
Vários na rua se danam porque sujou meu jardim
Só boy que toma yakult e eu nem tive um todim
E quando eu quis ter um bute mandaram uma nove pra mim

Foda-se o que eles vão pensar e vão dizer de mim
Foda-se o que eles vão achar e vão fazer por mim
Foda-se as regras impostas por vocês
Foda-se, foda-se violando as leis
Foda-se o que eles vão pensar e vão dizer de mim
Foda-se o que eles vão achar e vão fazer por mim
Foda-se as regras impostas por vocês
Foda-se, foda-se violando as leis

Anterior Próximo